Press "Enter" to skip to content

Mordidas: como lidar com essa fase?

0

Entendendo a expressão

Se você não sabe lidar com a fase em que seu filho (a) começa a morder objetos ou outras pessoas, é importante ter na cabeça que, na visão da criança, isso não tem caráter maldoso. A mordida não significa que aquele bebê tem instinto agressivo. É que a boca é o principal meio de as crianças experimentarem sensações e poderem se comunicar.

Estou na fase oral

Na fase dos primeiros meses, os dentinhos estão nascendo e isso gera um desconforto na gengiva, que faz com que os pequenos tenham a necessidade de morder coisas com o intuito de coçar a gengiva ou sentir texturas dos objetos. Conforme a criança vai crescendo, a mordida também se torna um meio de comunicação. Para os que não conseguem se expressar verbalmente, a mordida pode ser uma tentativa de demonstrar descontentamento, ansiedade e até uma forma de, simplesmente, chamar a atenção de quem está por perto.

Fulaninha me mordeu!

Nos primeiros anos de idade, é normal que as crianças usem a mordida para interagir com outras crianças. Cada criança tem uma personalidade e é preciso entender por qual motivo ela está mordendo. Segundo pediatras, muitas vezes, esse comportamento pode estar associado a sentimentos como ansiedade, ciúmes e até mesmo pirraça. Pode também representar um gesto de carinho, pois, às vezes, na tentativa de dar um beijinho, a criança acaba mordendo por não ter o controle total do corpo.

Agora eu solto o verbo…

As mordidas são mais frequentes até os seis anos de idade. Quando as expressões corporais passam a ser acompanhadas da linguagem verbal, as mordidas tendem a diminuir e, aos poucos, vão acabando.

O melhor uso da boca como exemplo

O papel do adulto é mostrar para a criança que a mordida pode causar dor na outra pessoa, que é uma atitude errada e que pode machucar. Para isto, use o diálogo, sempre com muita delicadeza e atenção para as reações da criança. Tente explicar ao seu filho (a) que ele tem diversas maneiras de se expressar e demonstrar o que realmente está querendo naquele momento. Encare a situação com calma, afinal, toda mamãe e papai já passaram ou vão passar por isso.

Veja também: 6 dúvidas sobre mordedor infantil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *