Press "Enter" to skip to content

Celular não é a salvação

2

Celular é um vilão ou aliado?

É cada vez mais frequente vermos crianças com celular e tablet nas mãos ao invés de estarem brincando com amiguinhos ou com brinquedos. No mundo em que o celular acaba sendo um dos objetos mais utilizado pelas pessoas não há nada de anormal que as crianças também se aproveitem disso.

Mas a reflexão que cada pai e mãe devem fazer é sobre o quanto isso influencia a criança em diversos aspectos: comportamental/ social/ educacional e de desenvolvimento.

O mais prático nem sempre é o melhor

Hoje, muitos pais parecem que se esqueceram de que brinquedos educativos e pedagógicos contribuem para a diversão e para o aprendizado. Certamente, se esqueceram disso porque entregar o celular/tablet na mão da criança é muito mais prático, não demanda tempo nem atenção.

Nesse momento, a criança deixa a sociabilidade de lado para ficar “conectada”. Pensando nisso, muitas escolas têm feito campanhas para que pais e filhos fiquem cada vez menos vidrados nos celulares e compartilhem momentos felizes juntos. Afinal, o tempo passa rapidamente e quando olhamos para trás, percebemos que ele não volta.

Alternativas que também funcionam

Que tal um passeio num dia de sol? Um piquenique? Um dia na praia?

Que tal um teatrinho? Um cinema? Um parque bem legal com a garotada?

Quem sabe se a grana tiver pouca podemos fazer um clube de leitura em casa? Ver um filme infantil no Netflix? Pegar aquele jogo da memória que nunca foi aberto e jogar?

Que tal ensinar seu filho a plantar uma mudinha, regar plantinhas? Ou separar roupas e brinquedos que não são mais úteis para doação?

Que tal resgatar o peão, a bola, a boneca, a corda? Lembra como era maravilhoso colocar roupinhas nas bonecas? Então chame suas filhas para experimentarem também.

Para as crianças mais crescidinhas, que tal levá-las para cozinhar junto com você? Pode começar ensinando os nomes dos alimentos e mostrando o quanto são importantes para o crescimento. A primeira comidinha pode ser um bolo gostoso de chocolate.

Um legado para a vida

É através das brincadeiras vividas na fase infantil que guardamos as melhores lembranças, aprendemos a enfrentar desafios, guardamos grandes lições e desenvolvemos nossa criatividade e damos asas à imaginação.

Sabemos que nos dias atuais, deixar o celular de lado (tanto você quanto a criança) é difícil, mas que tal tentarmos?

Conta pra gente depois como foi a experiência. Boa sorte! 🙂

Quer ficar por dentro de cada etapa de evolução psicomotora do seu filho até os 6 anos de idade?

Clique aqui ou na imagem abaixo e baixe o infográfico que preparamos.

Infográfico Evolução do seu Bebê

  1. Tiemi Tiemi

    Não deu para ler as letras dos degraus. Muito pequenas.

  2. Olá Tiemi, tudo bom?
    Essa imagem é somente ilustrativa, nós disponibilizamos um infográfico detalhado sobre cada fase do bebê até a infância. Clica nela para baixar o seu. 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *